Encerramento de publicações

Olá, estamos encerrando temporariamente as publicações em nosso blog.

Para ficar sabendo de novidades, eventos, promoções e dicas de saúde/beleza, acesse nossas outras redes sociais:

facebook.com/AcademiaMonday

twitter.com/academiamonday

instagram.com/monday_academia

Treinar em jejum emagrece?

treino em jejum

Alguns acreditam que treinar em jejum faz com que o corpo passe a queimar maior quantidade de calorias para gerar energia durante o treino e isso potencializaria o processo de emagrecimento. Isso se deveria ao fato do organismo, sem outro alternativa, passaria a consumir a gordura ao invés do açúcar para gerar energia.

Para outros, o treinamento em jejum, em determinadas circunstâncias, pode ajudar a aumentar o seu desempenho já que o abastecimento de carboidratos é concluído após o treino e não antes.

Já há quem diga que o efeito é contrário ao desejado, consumindo a massa muscular ao invés de gordura.

O tema é polêmico e é objeto de estudos no mundo inteiro.

Os defensores se baseiam em resultados como o da equipe de pesquisadores da Universidade Católica de Leuven, na Bélgica, cujos estudos comprovaram maior queima de gordura como também melhora o desempenho em esportes de resistência, pois promove adaptações metabólicas.

Mas atestam também que o treinamento em jejum repetitivo pode ter efeitos negativos, se realizado ao longo de um período muito extenso. Já que esse tipo de treinamento, afeta os níveis de glicogênio muscular prejudicando a função imunológica.

Recentemente, o  Strenght and Conditioning Journal publicou um estudo que em que o organismo acaba consumindo a proteína dos músculos ao invés da gordura localizada. Isso pode ocorrer porque quando a pessoa está com o estômago vazio, há liberação do hormônio cortisol, que inibe a queima de gordura durante a prática de exercício e o corpo acaba usando a massa muscular como fonte de energia.

Devida a tantas controvérsias, o melhor é que antes de introduzir algo novo em seu treino, você consulte um médico ou um professor de educação física para que ele te oriente. Já que cada organismo reage de uma forma.

A combinação da sua resistência, massa corporal e desempenho são únicos e dependendo do seu objetivo, o treino em jejum pode te atrapalhar, causar tontura e afetar o seu rendimento.

É importante que você conheça bem seu corpo antes de tentar algo radical. E fazer testes sempre com acompanhamento. Dessa forma, você encontrará o treino que está mais alinhado com suas necessidades e com a sua performance.

Alimentação Detox Pós Carnaval

Alimentação Detox

O Carnaval é uma das datas mais festejadas por nós brasileiros. Com toda essa euforia, fica difícil não ceder às tentações, e muitas vezes exageramos, sobrecarregando assim todo o organismo, em especial o fígado, que é responsável pela desintoxicação do organismo. O saldo de tudo isso é uma boa ressaca de quarta-feira de cinzas acompanhada de muita dor de cabeça, cansaço, indisposição, inchaço e desidratação pós-folia.

Selecionamos as melhores dicas para você desintoxicar e recuperar a energia.

1 – Aposte no suco detox

Além de deliciosos, os sucos detox ajudam a purificar o organismo, eles também constroem uma base saudável para tudo que você vai ingerir ao longo do dia. (Confira as receitas detox no final na página)

 

2 – Reduza carboidratos, açúcar, gordura e sal

Não precisa largar o arroz, não. Mas aposte na versão integral e consuma em menos quantidade (duas colheres de sopa são suficientes). A dica vale ainda para alimentos com açúcar refinado (doces, bolos), gorduras saturadas (leite integral, queijos amarelos e fritura) e cafeína (café, Coca-Cola). E nada de exagerar no sal — reduzir o consumo dele ajuda a desinchar!

3 – Abuse de líquidos

Além de beber muita água, se você notou certo inchaço, uma boa dica é o chá de cavalinha com oliveira, que não tem um gosto maravilhoso, mas é diurético. Para fazer basta aquecer a água, acrescentar uma colher (chá) de cavalinha e uma de oliveira, misturar bem e deixar em infusão por 10 minutos. Depois coe, deixe gelar e beba durante o dia!

4 – Coma as proteínas magras

A dica aqui é abandonar as carnes vermelhas por um tempo. Prefira frango, peixe e carne suína (sem pele ou gordura). Você pode prepará-las no grill, forno ou fritadeira sem óleo e não abusar nos temperos. Ovos cozidos (sem a gema, de preferência) e queijo branco também são bem-vindos.

5 – Pratique exercícios

Retome o treino aos poucos e não sobrecarregue seu corpo. Nada de pressa, os resultados aparecem com o tempo, converse com seu professor da Monday para programar uma semana diferenciada de exercícios que ajudem na sua desintoxicação.

 

 

Receitas de sucos detox

Para começar bem o dia, com mais disposição, um suco no café da manhã que seja de rápida absorção e ajude a nutrir as células rapidamente:

 

Suco detox com abacaxi

Bata no liquidificador:

  • 2 fatias de abacaxi (de em média 1 dedo de espessura)
  • 1 folha de couve orgânica
  • 1 punhado de hortelã
  • 1 raspa fina de gengibre
  • 100 ml de água de coco natural

Coe antes de beber se achar necessário.

Suco detox com limão

Bata no liquidificador:

  • 1 limão
  • 2 maçãs
  • 1/4 cenoura
  • 1 folha de couve orgânico
  • 1 punhado de hortelã
  • 100 ml de água de coco natural

Suco detox com linhaça

Bata no liquidificador:

  • 4 cenouras sem casca
  • Suco de 2 limões
  • 1 colher (sopa) de linhaça triturada

Dica: Para melhor absorção, consuma em jejum.

Suco detox com laranja

Bata no liquidificador:

  • 1 limão pequeno
  • Suco de 2 laranjas-lima
  • 6 folhas de alface
  • ½ copo de água

Coe e consuma imediatamente

Suco detox com mamão

Bata no liquidificador:

  • 2 punhados de salsinha (folhas e parte tenra dos talos)
  • 1 xícara de polpa de mamão fresco
  • 2 xícaras de polpa de abacaxi fresco
  • 1/2 copo de água mineral
  • Gelo a gosto

 

Aproveite as dicas e desintoxique!!!

Acompanhe as nossas dicas aqui no Blog e tenha uma vida mais saudável

Você gosta de praticar esportes ao ar livre?

frescobolEntão aposte no Frescobol.

 

verão é a estação que as pessoas mais se exercitam, afinal, o brilho do sol tende a despertar o interesse das pessoas em sair de casa.

Os cenários mais procurados nessa época são os parques, praias e campos.

Quando se fala em exercício ao ar livre, um dos esportes que logo vem à mente é o frescobol.

Deixando de lado a competitividade, o frescobol é fonte de diversão e é considerado uma intensa malhação.

Com a atividade, você tonifica braços, panturrilhas, pernas, glúteos, desenvolve força muscular, trabalha as articulações dos ombros, braços, joelhos e ainda dá mais resistência ao sistema cardiovascular.

E, no meio dessa correria e agitação, você queima até 820 calorias por hora e ainda pode adquirir um lindo bronzeado, sem esquecer-se de usar protetor solar.

O Frescobol é um esporte de demonstração: como a ginástica rítmica, skate, nado sincronizado, etc. Pode ser praticado desde duas pessoas, como se vê usualmente na praia, ou montar uma equipe, que concorre com outra e a melhor apresentação vence.

É o esporte da cooperação, pois, não existem adversários e sim parceiros e companheiros.
Enquanto que, na maioria dos esportes, um atleta busca explorar os pontos fracos do outro, no Frescobol, o atleta explora justamente os pontos fortes do parceiro.

As partidas de frescobol são jogadas em equipe, as quais podem escolher entre quatro modalidades diferentes desse esporte:

  • Livre – Os jogadores precisam manter a bola em movimento aéreo durante o maior tempo possível.
  • Veloz – A partir de um tempo dado de 1 minuto, a dupla deve rebater a bola o maior número de vezes possível.
  • Radical – A bola deve ser mantida aérea durante todo o tempo da apresentação e os atletas devem atacar de maneiras diversas.
  • Especialistas – Ao se apresentar, a dupla elege o especialista em ataque e o especialista em defesa. O especialista em ataque deve executar os movimentos de modo bastante diversificado e procurar manter a bola no ar o maior tempo possível.

Material necessário: raquetes composta por madeira e fibra de vidro que podem ser oca ou maciça, e uma bola de borracha oca.

Para praticar o frescobol é sempre bom trajar roupas leves, que permitam movimentos intensos.

Riscos e cuidados: não há restrição de idade, peso, ou altura. O frescobol deve ser evitado por pessoas com problemas articulares e de coluna, já que força ombros e joelhos.

Agora que já sabe um pouco mais a teoria do Frescobol, que tal colocar em prática desfrutando de muita saúde?

 

Vai ficar alguns dias sem frequentar a Monday? Solicite ao professor que indique a melhor atividade para você praticar, e lembre-se!

Nunca pratique exercícios sem antes consultar um médico.

Acompanhe as nossas dicas aqui no Blog e tenha uma vida mais saudável.

Vai viajar e não quer ficar sem treinar? Pule corda.

Women Exercising Jumping Rope

Você esta de férias e programou aquela viagem perfeita, mas não quer deixar o treino de lado?

Então não se preocupe mais com isso, leve uma corda na sua bagagem, afinal é possível pular corda em qualquer lugar.

Considerado um dos exercícios aeróbicos mais completos, pular corda, aumenta a resistência cardiovascular, trabalha os braços, desenvolve a coordenação, melhora a força das pernas e dos pés, alinha a postura e ainda proporciona intensa queima calórica.

E você vai precisar apenas de um par de tênis com bom sistema de amortecimento (tênis de corrida são boas opções, porque podem ajudar a absorver o impacto dos seus pulos, diminuindo o risco de lesões nas juntas) e roupas confortáveis que permitam que você se mova livremente.

A melhor maneira de pular corda como exercício é variar seus movimentos. Se você tentar pular corda continuadamente com o mesmo movimento, descobrirá que, após dez minutos, a fadiga muscular faz com que você perca o pulo, te fazendo perder tempo e dificultando para elevar seus batimentos cardíacos. Mude para um tipo diferente a cada dez pulos para evitar isso.

Tente pular com os dois pés, depois mude alternando-os e comece de novo com  ambos os pés.

Pule corda por 15 a 20 minutos de 3 a 5 vezes por semana.

Você pode aumentar seu tempo de exercício conforme for ganhando resistência.

 

Como pular corda corretamente

  • Evite pular em pisos de asfalto ou concreto, que são mais propícios a acidentes.

Procure pular em um piso macio, como carpete ou grama.

Se não houver nenhum tipo de piso macio, use um tapete de exercícios embaixo dos pés.

  • Mantenha sempre o corpo ereto, olhando para frente.
  • Comece a pular com os dois pés e na hora de aterrissar, faça isso com a parte da frente dos pés.
  • Pule com as pernas estendidas e aterrisse com os joelhos dobrados.

Como potencializar o exercício

  • Mude o ritmo, usando o método intervalado: pule 30 segundos em nível leve (com velocidade baixa), seguidos de outros 30 segundos moderados (aumentando um pouco o ritmo) e mais 30 segundos fortes (pulando em velocidade rápida). Depois disso, descanse por 2 minutos e recomece, até completar 10 minutos (iniciantes), 20 minutos (intermediários) ou 30 minutos (avançados).
  • Outra variação é pular com o pé esquerdo, depois com o pé direito.
  • Também é possível pôr uma perna para frente depois a outra, alternando os pés para frente.

Pular corda para tonificar seu corpo

Se você quer pular corda para tonificar seu corpo, use uma corda com peso.

Elas são feitas para exercícios e não para brincar, ajudam a tonificar os músculos dos seus braços e do peito, assim como os músculos centrais e a parte inferior do corpo.

Riscos e cuidados

As partes do corpo que mais sofrem com o impacto ao pular corda, são as articulações, o quadril, os joelhos e os tornozelos.

Para evitar se machucar, não pule corda todos os dias. Dê pelo menos um dia de descanso entre as sessões.

Se você já sabe que vai ficar um tempo sem frequentar a academia e quer manter seu condicionamento, solicite ao seu professor da Monday que passe orientações quanto ao melhor tipo de treino com corda para você.

Lembre-se! Nunca pratique exercícios sem antes consultar um médico.

Fazer exercícios físicos, seja na academia, em casa, ou ao ar livre, faz muito bem à saúde, mas quando não se tem a devida orientação de um profissional, tanto da área da saúde como de educação física, os riscos de sofrer lesões e até potencializar alguns problemas de saúde são enormes.

Então agora, você não precisa mais se preocupar!

Coloque uma corda na sua bagagem, desfrute de saúde, boa forma e boa viagem…

Acompanhe as nossas dicas aqui no Blog e tenha uma vida mais saudável.

Por que seu filho deve começar a praticar atividades físicas logo cedo?

Father and son swimmingOutubro é o mês da criança, e por isso elaboramos um texto pensando nos pequenos.

Em meio ao crescimento de doenças como diabetes, hipertensão e obesidade infantil, é fundamental iniciar os filhos na prática de atividade física. É tão importante quanto ensiná-los a ler e escrever.

Energia e curiosidade não faltam para as crianças, e é nessa fase que elas começam a desenvolver suas habilidades e tomar gosto por determinada coisa ou outra.

Por isso, os pais devem estimulá-los a praticar atividades ao ar livre, por exemplo, aproveitando os parques, os clubes e até as viagens à praia. Não é necessário inseri-los em atividades competitivas, mas convidá-los a andar de bicicleta, jogar bola, pular corda ou outras brincadeiras que eram tão divertidas para nós e continuam sendo para nossos filhos.

A natação também se apresenta como uma atividade bastante completa e que estimula o equilíbrio, a coordenação, além do condicionamento físico.

Uma criança que pratica atividades físicas fica mais resistente a doenças, dorme melhor, desenvolve mais a concentração e tem a chance de interagir com outras crianças e sociabilizar-se.

Aproveite esse momento para se aproximar de seus filhos, passar um tempo com eles e ensiná-los desde cedo que ser saudável é prazeroso. Com certeza no futuro, eles irão agradecer por esses ensinamentos e vocês construirão ótimas recordações juntos.

 

Natação

 

gustavoborges

Por que é tão importante praticá-la?

A natação é um dos esportes mais completos. Indicado para pessoas de todas as idades e, principalmente, para crianças e idosos, atua no desenvolvimento de massa muscular, além de facilitar a sociabilização.

Nessa modalidade, utilizamos a Metodologia Gustavo Borges, criada e desenvolvida pelo atleta em conjunto com sua equipe, que investe em estudos há mais de 10 anos para trazer para as piscinas práticas de ensino avançadas e testadas, que proporcionam melhor aprendizado dos alunos e consequentemente melhores resultados individuais.

Para cada idade, a Metodologia Gustavo Borges prevê o desenvolvimento de um conjunto de habilidades e inclui músicas e muita brincadeira. Ela permite, também, que os pais façam a aulas juntamente com seus bebês, criando um momento de integração muito positivo entre as famílias.

Na fase bebê, a partir de 6 meses, o foco está concentrado nos reflexos da criança. Nas fases seguintes são incluídas atividades para trabalhar a concentração, a força, a habilidade e as técnicas de nado. Finalmente, na fase adulta, o foco se volta à flexibilidade e ao alongamento, além do aperfeiçoamento dos tipos de nado.

Se tudo isso não for suficiente, destacamos os 12 motivos para você pular na água e incluir esse esporte em sua vida, na dos seus filhos e até na dos seus pais com mais idade:

  1. Independência na água.
  2. Sociabilização e facilidade de fazer novos amigos.
  3. Agrega mais coordenação motora.
  4. Melhora o raciocínio.
  5. Melhora o equilíbrio.
  6. Ajuda a controlar os níveis de açúcar e colesterol no sangue.
  7. Aumenta a resistência do corpo a doenças.
  8. Dá mais flexibilidade.
  9. Desenvolve a massa muscular.
  10. Ajuda a capacidade circulatória.
  11. Permite o controle do peso.
  12. Promove saúde e bem-estar.

Esta modalidade está disponível na unidade Mooca. Conheça os horários e entre em contato para mais informações: http://bit.ly/1oJfst5 ou http://www.mondayacademia.com.br