Mais disposição e saúde para a terceira idade

393096_7738

Infelizmente, quando o assunto é envelhecimento saudável e tranquilo, não existem milagres. O segredo ainda está em hábitos alimentares de qualidade e na prática regular de atividades físicas. Mais atentos ao que consumimos, auxiliamos nosso organismo no combate e prevenção de doenças como osteoporose, sacopernia, Alzheimer e câncer, comumente associadas à fase idosa. Então, preste atenção às dicas Monday e invista, independente da sua idade, nessas simples práticas.

Alimentação
Para começar, mantenha o metabolismo sempre ativo. Para isso, o ideal é seguir uma plano alimentar com 3 refeições diárias (café da manhã, almoço e jantar) e pequenos lanches em seus intervalos. Tal rotina contribuirá para que o organismo absorva os nutrientes essenciais e previna a perda de massa magra, essencial para o controle do peso e mobilidade.

Na hora de fazer essas refeições, portanto, dê preferência ao consumo de frutas, vegetais, cereais integrais, legumes, sementes, queijos e azeite de oliva. Já está comprovado que, se ingeridos com frequência, eles protegem o coração, diminuem os riscos de câncer e retardam os danos ao cérebro causados pelo envelhecimento.

Atividades físicas

Encontre tempo e uma atividade física que combine com você! Natação, caminhada, pilates ou yoga. Não importa! A prática regular de exercícios moderados ajuda a melhorar flexibilidade, força muscular, coordenação motora e equilíbrio. Prolongando, assim, a independência pessoal e sensação de bem-estar.

Pensando nessa população, cada vez maior no Mundo, empresas como a Danone Medical Nutrition voltaram-se à pesquisa e desenvolvimento de produtos capazes de nos ajudar, após os 30 anos de idade, a driblar problemas relacionados ao envelhecimento. O Fortifit, por exemplo, é um suplemento que auxilia no ganho de força, músculo e movimento.

Bia Cattin e Ana Carolina
Equipe Monday Academia

Anúncios

Energia que vem dos lençóis

Qualidade e quantidade de sono são a chave para qualquer dia produtivo e bem disposto. Não importa o quão agitada nossa rotina é. Descansar de verdade é essencial para nossa saúde física e mental. Se isso você já cumpre, que tal introduzir outra prática bem simples todas as manhãs ao acordar? Não leva mais do que alguns segundos e pode fazer muita diferença durante os dias corridos que todos temos. Basta esticar todo o corpo, abrir bem os braços e voilá, você está se espreguiçando!

Ao nos esticarmos, acredite, ativamos até mesmo nossa circulação sanguínea, o que acorda nosso cérebro.  Ou seja, você fica mais atento e apto a realizar atividades do dia-a-dia com mais concentração, evitando distrações perigosas como as de trânsito.

Mas os benefícios dessa prática ao despertar não param por aí. Quem joga os braços para o alto e dá aquela espreguiçada pela manhã acaba, também, com dores de cabeça e possíveis lesões que acontecem durante a rotina.

Bom, esticar dá aos nossos corpos flexibilidade todos os dias e evita que problemas na coluna e articulações nos façam aquela visita nada bem vinda.

Encha o seu dia com mais energia apostando nesses movimentos quase involuntários ao acordar! Sente-se na cama e espreguice o corpo todo. Você sentirá mudanças positivas até mesmo no humor. E, é claro, mantenha sempre os bons pensamentos.

Ana Carolina Souza
Equipe Mondayacademia.wordpress.com

Contando carneirinhos?

Estamos mais do que acostumados a encontrar matérias sobre a importância de se dormir bem, seja em revistas de saúde ou de beleza. Os benefícios de uma boa noite de sono podem ser facilmente notados e mantermos noites bem dormidas em dia é capaz de mandar para longe possíveis doenças e, até mesmo, alguns quilos a mais na balança.

Segundo um estudo apresentado nesta semana pela Universidade Columbia, nos Estados Unidos, quem dorme pouco pode ter o apetite por comidas gordurosas aumentado. A pesquisa, realizada em 25 adultos com peso normal, apontou que quando submetidos a curtos períodos de sono achamos os alimentos gordurosos mais salientes.

De acordo com a Academia Brasileira de Neurologia, cerca de 40% da população não têm lá tantos sonhos assim. O ideal, no entanto, é que aconteça de 7 a 8 horas de sono diariamente para que o cérebro descanse e evite, além do peso extra, uma série de transtornos que vão desde a distração no trânsito até o cansaço excessivo ao longo do dia.

Ah, e lembre-se! Estimulantes não são sinônimo de resultado duradouro. Deixe o energético ou o cafezinho para situações em que você precisa de energia e aposte mesmo é em um bom travesseiro e uma cama bem confortável.

Ana Carolina Souza
Equipe Mondayacademia.wordpress.com

Atividade para corpo e mente

Estamos sempre falando por aqui sobre os benefícios da prática de exercício físico, seja ele qual for, para uma vida mais saudável e um corpo mais bonito. Afinal, ficar com o bumbum durinho e o abdômen definido não é algo que possa ser alcançado por aqueles que ficam observando a vida passar sentados em seus sofás. Ainda falaremos sobre esporte, é claro, mas o assunto hoje é sobre os efeitos que ele tem no seu cérebro.

Em pesquisa feita pela Universidade da Califórnia do Sul e comentada essa semana pela Revista Galileu, mostrou-se que temos nossa capacidade cognitiva aumentada durante a prática de exercícios. Isso porque o cérebro recebe mais energia nesses períodos. A que tudo indica movimentar-se induz uma atividade mais intensa do hipocampo, região ligada à aprendizagem e memória e, portanto, nos protege de futuros possíveis problemas ligados à corpo e mente.

Ou seja, não só os músculos ganham com o esforço físico, o cérebro também. Para manter a memória sempre em dia e os neurônios ativos basta adotar um rotina mais consciente, que inclua alimentos do bem e a prática de atividades regularmente. Além de conquistar um corpo mais legal e condicionamento cardiovascular você também ficará mais esperto e atento.

Ana Carolina Souza
Equipe Mondayacademia.wordpress.com

Prazo de validade na academia?

Você já sentiu que, após alguns 3 ou 4 meses frequentando a academia, uma pontinha de desmotivação aparece? Não é uma regra, mas muitos de nós deixamos de sentir entusiasmo por atividades que caem na rotina e deixam de representar algo novo. O problema, no entanto, é que o corpo precisa de exercícios contínuos e não somente durante alguns curtos períodos do ano.

Como a chave de tudo está no nosso complexo e precioso cérebro, a Academia Brasileira de Neurologia e a Monday dão dicas para driblar a mente cansada e motivar as idas à academia sem chororô.

Para Marcio T. Scomparin, Gerente Técnico da Monday, combinar modalidades e intercalar esportes pode manter o interesse sempre ativo. Assim a troca de objetivos e metas torna-se um propósito e evita que treinemos apenas por treinar.

A neurologista Marcia Lorena Chaves, da ABN, garante também que fazer com que os desafios apareçam ao longo do tempo impede que o cérebro entenda tudo como rotina. “Diante da novidade motiva-se vários circuitos neurológicos, como memória, coordenação motora. E a pessoa fica mais atenta ao que precisa realizar”.

Bom, o que não falta na Monday é atividade diferente. São aulas pra vários gostos e estados de espírito. Não deixe o treino cair no marasmo e tenha uma vida longa de saúde e corpo bonito!

Ana Carolina Souza
Equipe Mondayacademia.wordpress.com

A memória está fraca? O Omega 3 não está ajudando? MEXA-SE!

Esquecer-se das coisas com facilidade não é exclusividade de quem avança para a casa dos 60 anos. Como conseqüência da vida agitada que vivemos, muitos de nós acabamos por sofrer alguns lapsos e, coisas que eram óbvias, passam a ser esquecidas. Nada fora do normal, relaxe! Bom, nem tanto assim. Segundo pesquisa feita em uma Universidade dos Estados Unidos, exercícios físicos constantes melhoram as condições da memória.

Adotar, então, uma rotina saudável e bem longe do sedentarismo pode ser a chave para ter uma mente sempre ativa. Ou seja, além de trabalhar músculos e melhorar o aspecto do corpo como um todo, praticar exercícios físicos, independente de quais forem, são ótimos para o nosso tão querido cérebro.

Portanto, nada de confiar somente nos peixes e no benéfico Omega 3, nutriente encontrado neles. O jeito mesmo é chacoalhar o esqueleto e investir em exercícios como dança ou natação, que influenciam no desenvolvimento da massa cinzenta e por isso contribuem para a melhoria de todas as atividades neurológicas.

Ana Carolina Souza
Equipe Mondayacademia.wordpress.com

Estudo investiga consequência de impactos no cérebro de lutadores

Boa notícia para os fãs de luta. A Cleveland Clinic, nos Estados Unidos, está promovendo o primeiro estudo criterioso que buscará desvendar as conseqüências dos constantes impactos no cérebro. A iniciativa conta com a parceria de 500 lutadores profissionais americanos e o financiamento da Kirk Kerkorian’s Lincy.

Hoje, os médicos conhecem somente os danos cerebrais acumulados ao longo de anos de atividade. Esse novo projeto deve analisar os lutadores antes e depois de cada luta, além de uma série de outros exames físicos, memória, aprendizado e linguagem. A idéia é apontar a melhor hora para cada profissional parar com a atividade a fim de preservar as funções do cérebro.

Edson Raphael
Equipe Mondayacademia.wordpress.com
Com informações da coluna Espiral, do portal G1