Projeto verão começa pelo prato!

 

O clima mais quente e agradável dos meses que antecedem o verão é um prato cheio para quem precisava de inspiração e incentivo para entrar em forma. Ao contrário do inverno, que faz com que a sintamos a necessidade de um maior consumo calórico, a primavera permite que façamos refeições equilibradas, sem exageros e mais saudáveis.

Um corpo bonito e saudável é composto por 30% de exercícios físicos e 70% de dieta. Ou seja, para desfilar por aí com tudo em dia é preciso apostar em alimentos que turbinem os efeitos de todos os exercícios que você faz na academia.

Pratos coloridos, compostos por vegetais e legumes crus devem ser consumidos logo no inicio da refeição. Dessa maneira, você se sentirá mais satisfeito e não passará dos limites na hora de fazer o prato principal. Para temperar, aposte em um pouco de azeite ou limão.

Este, por sua vez, deve ser composto por uma pequena porção de carboidratos (dê preferência ao arroz integral, mas o branco também vale), outra de proteínas (ovos ou carnes magras) e, também, grãos (feijão, lentilha, grão de bico ou soja).

Quer mais uma dica de ouro para uma refeição leve e sem prejuízos ao corpo dos sonhos? Evite líquidos enquanto estiver comendo. Água, sucos ou refrigerantes estufam e causam um efeito contrário ao que desejamos para a digestão dos alimentos.

Ana Carolina Souza
Equipe Mondayacademia.wordpress.com

Anúncios

Inimigos dos músculos e do verão

Realmente não existe mágica. Não há esporte que repare os estragos de uma má alimentação. Quem treina muito a fim de conquistar músculos e corpos mais bonitos, sabe muito bem que as atividades físicas não são o suficiente. Sem uma dieta equilibrada e longe das armadilhas não há suplemento que dê conta.

Podem até parecer indefesos e, em muitos casos, irresistíveis. Mas quer saber quais alimentos são os grandes vilões quando o assunto é barriga de tanquinho, bumbum duro e músculos saudáveis? Listamos 3 deles. Confira:

1) Refrigerante: não importa a marca ou se é “zero”. Refrigerantes são alimentos vazios para o organismo. Ou seja, não há nutriente e vitamina capaz de salvar um copo bem gelado da bebida. Compostos por corantes, aromatizantes, acidulantes, sódio e conservantes, estão diretamente ligados ao aumento do colesterol, diabetes e outras doenças.

2) Pão branco: alguns não resistem ao cheiro do pãozinho fresco. Mas, infelizmente, 1 unidade contém substâncias químicas prejudiciais à saúde e, pior, a saciedade. Ou seja, você continua querendo comer mais após devorá-lo. O consumo desse carboidrato simples contribuirá para o ganho de peso, doenças crônicas e alterações metabólicas. A alternativa é investir nos integrais, ricos em fibras.

3) Bebidas alcoólicas: elas não são nada legais com os neurônios e, se consumidas em excesso, são metabolizadas vagarosamente. Não precisamos nem lembrar a quantidade de calorias que essas atrativas taças possuem, não é? Recomenda-se que, homens e mulheres, não ultrapassem o consumo de 1 dose diária.

Ana Carolina Souza
Equipe Mondayacademia.wordpress.com

Gordura do bem. Existe?

Quando pensamos na palavra gordura, rapidamente associamos a algo ruim e prejudicial à saúde, além de ser considerado o pesadelo da dieta para a busca de um corpo ideal. No entanto, as gorduras desempenham importantes funções no organismo, sendo responsáveis por gerar energia e manter sensação de saciedade por mais tempo.

Mas acredite, existem gorduras do bem que são benéficas para a saúde. O segredo está em saber diferenciar os tipos de gordura que causam prejuízos ao corpo e os que não. As gorduras do bem são as insaturadas, presentes em fontes vegetais como: amêndoas, castanhas, abacate, azeite de oliva, chocolate amargo, coco e açaí.

Os tipos de gordura que, em excesso, são prejudiciais à saúde são as saturadas, presente em grande quantidade em alimentos de origem animal (carnes, leite e manteiga) e a trans, encontrada em frituras, salgadinhos e biscoitos recheados. O consumo destas gorduras podem facilitar o ganho de peso e aumentar o risco de doenças cardiovasculares.

Para quem pratica atividade física regularmente a gordura do bem é um combustível essencial e fonte de energia. Quando não há gordura, o corpo utiliza proteínas para produzir energia, resultando na perda muscular da chamada massa magra.

Em proporções certas, precisamos de todos os tipos de gordura no nosso organismo. A gordura não é um nutriente ruim se consumida sem exagero e vinda dos alimentos certos. Portanto, aposta na gordura do bem para seguir uma alimentação saudável e balanceada.

Cristina Vedovato
Equipe Mondayacademia.wordpress.com

Pra comer com os olhos!

Ter uma alimentação saudável conta e muito quando buscamos bons resultados na academia. Aliar, portanto, dieta e exercícios físicos pode acelerar todo o processo e fazer com que apresentemos mais cedo um corpo enxuto ou músculos maiores e tonificados. Não basta simplesmente “fechar a boca”. Uma boa alimentação deve ser diversificada em termos de nutrientes e vitaminas, para que o corpo possa se transformar longe de problemas.

Refeições bem feitas são a chave para uma saúde de ferro e, é claro, ótimos resultados. Quer uma dica? Invista nas cores e no equilíbrio. Segunda a Boa Forma, quanto mais cor, melhor! Ou seja, um prato bem colorido pode afastar doenças, deixar a pele mais bonita e ainda garantir que a gente esteja sempre de bem com a balança.

Veja o que cada cor pode significar e aposte nos alimentos certos!

Verde: alimentos como brócolis, espinafre, pimentão e kiwi estão cheios de vitaminas A e C. Além de protegerem a pele e o coração, os itens que apresentam essa coloração protegem o sistema imunológico.

Vermelho: melancia, morango, tomate, cereja e framboesa possuem uma substância antioxidante, o que estimula a circulação sanguínea.

Amarelo ou laranja: cenoura, manga, abóbora e damasco são ricos em vitamina B-3 e um antioxidante que faz bem ao coração.

Branco: leite, couve-flor, batatas, arroz, bananas e cogumelos possuem bons índices de potássio e cálcio e contribuem para a saúde de músculos e ossos.

Ana Carolina Souza
Equipe Mondayacademia.wordpress.com

Chia: a queridinha da vez!

Quando o assunto é dieta e perda de peso, tem sempre alguma novidade que invade as revistas e sites do gênero e nos enchem de esperança. A bola da vez é uma semente mexicana mais poderosa do que a linhaça e que pode ser consumida em forma de grão, farinha ou óleo. Ela possui itens importantes como ômega-3, cálcio, fibras e ferro e promete desintoxicar o organismo e ainda mandar aquela fome que insiste em nos atrapalhar para longe.

Bom, menos fome e organismo em dia são condições ideais para a perda de peso, mas o que será que torna a chia a escolha nacional do momento? Pra começar, os resultados do seu consumo não se limitam apenas a balança. Pesquisas apontaram recentemente que adotá-la em determinadas quantidades ajuda a diminuir os níveis de estresse, reduz o diabetes, deixa e pele mais bonita e também pode ser aliada no tratamento do câncer de mama. Enfim, são só benefícios para os sedentários e, principalmente, para quem não perde um dia de academia.

Quer mais motivos para colocá-la na lista de compras do mês?

– 25g de chia tem cerca de 20% das nossas necessidades diárias de cálcio.
– É excelente para quem quer músculos, já que tem altos níveis de proteínas.
– Uma porção de chia tem mais de 60% das necessidades diárias de manganês.
– 27% das nossas necessidades diárias de magnésio, mineral responsável pelo funcionamento do cérebro.

*Por ser calórico, o consumo da chia deve ser orientado por nutricionistas. Ingerir a quantidade indicada para cada um é o segredo para bons resultados.

Ana Carolina Souza
Equipe Mondayacademia.wordpress.com

Balança: vilã ou mocinha na vida de quem quer perder peso?

Adotar novos hábitos alimentares e uma rotina mais ativa é a principal e, talvez, única maneira que conhecemos de eliminar alguns quilos extras. Se não abusarmos de itens conhecidos como “perigosos” para a dieta, como frituras e doces, com o tempo e muito suor é possível ver os números diminuírem. Bom, tem ainda outra coisa que pode vir a atrapalhar e ele parece um tanto quanto inofensiva.

De acordo com estudo realizado pela USP e publicado no Portal da Corpo a Corpo, subir na balança frequentemente atrapalha a vida de quem pretende perder peso. Calma! Não vá jogar, imediatamente, a culpa somente nela. Os nutricionistas, através da pesquisa, conseguiram observar que o ato de pesar-se muitas vezes leva os indivíduos à depressão e à episódios de ansiedade.

Nós sabemos que ansiedade e depressão são, na verdade, os verdadeiros vilões nessa luta contra a balança e, evitar essas situações pode ajudar na autoestima e confiança de quem quer emagrecer. Um bom jeito de manter-se sempre com bons pensamentos é conferir os números da balança a cada 15 dias, faça isso sempre ao acordar e sempre na mesma balança. Ah, mulheres, lembrem-se: Antes da TPM o corpo incha e ganha, em média, 2 kg.

Ana Carolina Souza
Equipe Mondayacademia.wordpress.com

Barriga de tanquinho? É preciso malhação e outras coisinhas mais…

Quem aqui dispensa um abdômen livre de gordurinhas e bem definido? Ninguém, não é?! Muito pelo contrário, esse é o principal objetivo da maioria das pessoas que começam a praticar atividades físicas. No entanto, não só de exercícios abdominais vive um “tanquinho”.

Para ficar cada dia mais perto dessa tal barriga, no entanto, devemos saber que alguns alimentos são responsáveis pelo acumulo de gordura nessa região. É preciso evitar ou diminuir bem o consumo de alguns docinhos e alimentos gordurosos, como fast foods, pasteis fritos, sorvetes e bolachas. E não é só a comida que pode ser vilã dos famosos quadradinhos. Bebidas alcoólicas, como lemos aqui, também contribuem.

Some uma boa alimentação, composta por frutas, vegetais, fibras e grãos à intervalos de três horas entre cada refeição. Assim você mantém o metabolismo sempre ativo e impede que ele faça reservas (o que resulta no acumulo de gordura). Ou seja, entre as principais refeições faça sempre pequenos lanches.

Mais dicas? Quem quer perder peso e definir alguma região do corpo sabe que também é fundamental ter horas de sono de qualidade. Então durma bem e evite passar por situações de estresse. Elas liberam cortisol, o que é extremamente prejudicial para o organismo.

Além disso tudo, adote aulas mega animadas que irão turbinar os efeitos de uma dieta equilibrada. Boxe, squash, tênis e corrida são as campeãs em torrar calorias e exigem o fortalecimento dessa área. Em alguns meses você sentirá as mudanças que isso tudo pode trazer ao seu abdômen e também a saúde.

Ana Carolina Souza
Equipe Mondayacademia.wordpress.com