Gordura do bem. Existe?

Quando pensamos na palavra gordura, rapidamente associamos a algo ruim e prejudicial à saúde, além de ser considerado o pesadelo da dieta para a busca de um corpo ideal. No entanto, as gorduras desempenham importantes funções no organismo, sendo responsáveis por gerar energia e manter sensação de saciedade por mais tempo.

Mas acredite, existem gorduras do bem que são benéficas para a saúde. O segredo está em saber diferenciar os tipos de gordura que causam prejuízos ao corpo e os que não. As gorduras do bem são as insaturadas, presentes em fontes vegetais como: amêndoas, castanhas, abacate, azeite de oliva, chocolate amargo, coco e açaí.

Os tipos de gordura que, em excesso, são prejudiciais à saúde são as saturadas, presente em grande quantidade em alimentos de origem animal (carnes, leite e manteiga) e a trans, encontrada em frituras, salgadinhos e biscoitos recheados. O consumo destas gorduras podem facilitar o ganho de peso e aumentar o risco de doenças cardiovasculares.

Para quem pratica atividade física regularmente a gordura do bem é um combustível essencial e fonte de energia. Quando não há gordura, o corpo utiliza proteínas para produzir energia, resultando na perda muscular da chamada massa magra.

Em proporções certas, precisamos de todos os tipos de gordura no nosso organismo. A gordura não é um nutriente ruim se consumida sem exagero e vinda dos alimentos certos. Portanto, aposta na gordura do bem para seguir uma alimentação saudável e balanceada.

Cristina Vedovato
Equipe Mondayacademia.wordpress.com

Anúncios

Vai um pouco de energia aí?

Encontrar tempo para todas as atividades do dia e não abandonar a rotina saudável de academia + exercícios físicos nem sempre é tarefa fácil. Por mais que a vontade seja grande, disposição e energia às vezes não marcam presença e nos abandonam com aquele certo cansaço que só boas horas de sono podem curar.

Na tentativa de mandar para longe a tal preguiça e encher nossos dias de muito pique, separamos algumas dicas valiosas que podem salvar o treino de cada dia. Confira e coloque em prática!

Não pule o café da manhã: essa refeição repõe a energia gasta durante o sono e, por isso, deverá fornecer nutrientes e carboidratos para que o corpo tenha disposição para todas as tarefas que estão por vir ao longo do dia. Invista nas fibras e produtos integrais.

Acorde mais cedo. Isso mesmo, mais cedo. Ter que fazer tudo correndo e arriscar perder a hora é de deixar qualquer um bem estressado. Se possível, programe-se para deitar antes e, com isso, levante alguns minutinhos mais cedo. Fazer as coisas com mais calma durante amanhã contribuirá para que o cansaço não chegue tão cedo.

Saia da rotina: experimente novos caminhos! Pequenas ações como levar o cachorro pra dar uma volta ou ir até a banca de jornais podem dar uma outra cara para o dia.

Aposte no lanchinho! Comer de três em três horas evita a queda de glicose no sangue e, consequentemente, ajuda a manter nossa concentração e bom humor.

Além dessas dicas experimente, também, alguns minutos no sol e consuma muita água!

Ana Carolina Souza
Equipe Mondayacademia.wordpress.com

Pra acelerar nas pistas…

Para manter a saúde do corpo em dia nada melhor do que a tradicional corrida. Além de contribuir para o funcionamento do metabolismo, queimando todas aquelas calorias a mais que consumimos todos os dias, com acompanhamento, ela colabora para nosso condicionamento físico e enchem nossos dias de energia.

Se você está começando, já deve ter percebido que não só de coração bom e pernas fortes vive a corrida. É preciso muito fôlego também! Com os pulmões em plena atividade o cansaço pode demorar a aparecer e ficará mais fácil, portanto, ultrapassar seus limites. Separamos algumas dicas que podem fazer toda a diferença:

– Comece caminhando… Antes que o treino comece a todo vapor, aqueça seu corpo. Nada de calçar os tênis e acelerar. Faça alguns minutos de caminhada e passe para os trotes até que se inicie, então, a corrida. Desse jeito você previne os músculos e articulações de possíveis lesões.

– No ritmo… Não adianta correr a uma velocidade maior do que a suportada pelo corpo. É preciso que, após uma avaliação médica, você respeite os limites de velocidade estabelecidos. Corra em um ritmo leve e confortável e evolua com o passar dos treinos.

– Intercale a corrida com outras modalidades como natação ou yoga. Eles ajudam a melhorar a capacidade respiratória e permitem que você vá mais longe.

Seguir essas dicas é fácil, mas se você tem vícios como o cigarro, por exemplo, deve saber que seu fôlego será prejudicado e mesmo com o trabalho pulmonar aumentado, não haverá bons índices de absorção do oxigênio. Cuide-se, calce um bom par de tênis e caia na pista.

Ana Carolina Souza
Equipe Mondayacademia.wordpress.com

Recarregando as energias

Tem quem pense que só de boa vontade vivem os treinos na academia e ainda os que acreditam que basta estar matriculado pra poder estar fora dos índices de sedentarismo (assustadores) do nosso país. Se você já conta com a disposição, ótimo! Basta agora investir em saúde nutricional e partir para a luta.

Uma alimentação balanceada, nessa hora, é capaz de nos dar a energia que estava faltando e as condições ideais para que nosso corpo execute as atividades físicas da melhor maneira possível. Sem exageros é possível montarmos um cardápio com coisas gostosas e saudáveis, responsáveis por manter nossas reservas sempre em dia.

É preciso, no entanto, apostar em alguns alimentos chave e não adianta torcer o nariz ou fazer cara feia. Afinal, já dizia Hipócrates: “Que seu remédio seja seu alimento e que seu alimento seja seu remédio”. Alguns desses podem até parecer da feira de Marte, ou seja, bem distantes da realidade das nossas mesas, mas trazê-los até elas pode ser essencial para a qualidade dos músculos e rendimento esportivo.

Cará: da família da batata, é um carboidrato bacana para a recuperação muscular após o treino.

Chicória: diminui as toxinas no organismo e é fonte de vitaminas A, B, C, D e sais minerais.

Lentilha: alimento rico em proteína vegetal responsável pela formação e fortalecimento dos músculos.

Nêspera: a famosa ameixa-amarela é fonte de vitamina C e ajuda a controlar os níveis de gordura no sangue.

Beterraba: um copo do seu suco é capaz de mandar pra longe o cansaço. Ideal para a prática de atividades físicas.

Ana Carolina Souza
Equipe Mondayacademia.wordpress.com

Sim, eles emagrecem mais rápido do que as mulheres!

As mulheres já devem ter ouvido falar e até notado com muito mais rapidez a perda de peso do sexo oposto. Em poucas semanas de dieta equilibrada e uma boa rotina de exercícios físicos, exibe por aí as consequências de um metabolismo acelerado e, infelizmente, mais eficaz do que o feminino.

Bom, que a velocidade do emagrecimento masculino deve-se a boa qualidade do metabolismo já entendemos, mas por que as mulheres não desfrutam do mesmo?

Pra começar, os homens possuem até 20% mais músculos do que as mulheres. Ou seja, essa massa magra que transforma os nutrientes em energia e garante queima calórica é menor em nós, mulheres, e isso porque retemos um maior acumulo de gordura, distribuída em regiões como culote, bumbum e quadris, enquanto nos homens o acúmulo se dá apenas no abdômen.

Resumindo? Nossos amigos, irmãos, namorados e maridos possuem mais músculos e os desenvolvem com maior facilidade, o que contribui diretamente para a queima calórica tanto em repouso quanto durante a realização de atividades físicas. Portanto, mulheres, apostar com eles quem perde mais peso e mais rápido, dificilmente será uma simples missão!

Ana Carolina Souza
Equipe Mondayacademia.wordpress.com

As diferenças entre massa magra e massa gorda

Muitos podem não saber, mas os números que aparecem na balança não são, independente se bons ou ruins, tão simples. O total é composto por massa magra, massa gorda e água corporal. Quem treina e busca bons resultados, sabe da importância de cultivar o aumento da massa magra e ao mesmo tempo fazer com que o corpo detone muita da tão temida massa gorda, ou melhor, gordura.

Essa massa indesejada, no entanto, tem lá sua importância. No organismo, índices adequados da gordura são fundamentais para diversas ações do nosso corpo, entre elas a síntese de hormônios, transmissão de impulsos nervosos e, o mais importante, reserva de energia.

O problema, no entanto, mora no excesso dessa gordura. Quando acumulamos muito desse tipo de massa, temos mais probabilidade a desenvolver doenças. Hipertensão, diabetes e alterações no colesterol são só algumas delas.

Já a nossa querida massa magra, formada por vísceras, músculos e ossos, é excelente. Este, sim, é um número que devemos querer ver crescer. Se desenvolvidos e estimulados, os músculos colaboram para que a queima calórica aumente e, mesmo em repouso, mantenha essa atividade.

Exatamente, quanto mais exercitados os músculos, melhor. Quem tem bons níveis de massa magra, como conseqüência de boa alimentação e atividades físicas regulares, tem menos chance a desenvolver problemas de flacidez e com o peso.

Saiba quais são os níveis dessas massas para o seu corpo e fique atento ao que precisa ser mudado… Seja na alimentação ou nos treinos.

Ana Carolina Souza
Equipe Mondayacademia.wordpress.com

Refresque-se


O verão está para chegar e as altas temperaturas já começaram a marcar presença na vida do brasileiro. O tempo abafado e seco desses dias que precedem a estação mais esperada do ano, no entanto, requer alguns cuidados.

Aqueles que não dispensam uma boa corrida ou pedalada sabem melhor do que ninguém a importância de fornecer ao corpo todos os nutrientes e minerais necessários antes e após a prática desses exercícios. Para que os dias de roupas leves e muita pele a mostra não sejam marcados por sustos com a saúde, separamos dicas para que você encontre nas frutas tudo o que precisa para hidratar-se.

Segundo Isaías Rodrigues, professor e sócio da unidade eTower da Monday Academia, incluir o suco de frutas com altos índices glicêmicos após a prática desses exercícios é fundamental. Ou seja, consumir um copo de suco de abacaxi, laranja, uva ou açaí, além de gostoso e refrescante reforçará suas energias e irá repor de maneira rápida os carboidratos.

E antes de correr para a academia, então, não se esqueça. Um copo de suco de maçã, goiaba, tangerina ou caju fornecerá ao seu corpo indispensáveis nutrientes para que a atividade a ser realizada não passe a consumir músculos ao invés de queimar gordura.

Dica dada. Não se esqueça de consumir muita água durante o dia e inclua mais frutas na sua rotina pré e pós-treino!

Ana Carolina Souza
Equipe Mondayacademia.wordpress.com