A 60 minutos de um dia mais saudável e sem estresse!

580928_32800282

Sentar, ficar em posição de Buda, fechar os olhos e silenciar. Esse tipo de meditação pode não ser a atividade preferida de quem tem uma vida agitada nas grandes cidades e, por causa disso, a dica de hoje é para quem precisa relaxar e equilibrar as energias, e gosta de atividades com mais movimento e sons. Neste caso, investir em sessões de Yôga pode trazer benefícios à saúde e beleza da mente e também do corpo.

O SwáSthya, presente em algumas nas unidades Monday Academia, é considerado um dos mais completos tipos de yôga que existem. Em uma única sessão você estará praticando a Àsana Yôga, Rája Yôga, Bhakti Yôga, Karma Yôga, Jñána Yôga, Laya Yôga, Mantra Yôga; Tantra Yôga e outras.

A modalidade agrada muita gente por ser dinâmica, técnica e sem misticismo. O que permite sua prática por pessoas de diferentes crenças ou religiões.

Por meio de suas posições, a aula promove melhorias na respiração, relaxando profundamente o praticante. Além dessa tranquilidade, após frequentar regularmente as sessões, é possível notar uma melhora significativa no fortalecimento muscular e flexibilidade, já que as técnicas beneficiam a coluna vertebral, sistema nervoso, respiratório, circulatório e endócrino.

Com o passar do tempo, quem adota a modalidade passa a respirar melhor e realizar atividades de maneira mais relaxada e consciente. Dormir, trabalhar e comer, por exemplo, são alguns dos atos beneficiados por essa prática.

Se você também quer alguns momentos de tranquilidade, sem abrir mão do fortalecimento que  outras práticas esportivas de mais impacto proporcionam, aderir à SwáSthya Yoga pode ser uma alternativa eficaz e muito relaxante. Experimente!

Ana Carolina
Equipe Monday Academia

Anúncios

Mais disposição e saúde para a terceira idade

393096_7738

Infelizmente, quando o assunto é envelhecimento saudável e tranquilo, não existem milagres. O segredo ainda está em hábitos alimentares de qualidade e na prática regular de atividades físicas. Mais atentos ao que consumimos, auxiliamos nosso organismo no combate e prevenção de doenças como osteoporose, sacopernia, Alzheimer e câncer, comumente associadas à fase idosa. Então, preste atenção às dicas Monday e invista, independente da sua idade, nessas simples práticas.

Alimentação
Para começar, mantenha o metabolismo sempre ativo. Para isso, o ideal é seguir uma plano alimentar com 3 refeições diárias (café da manhã, almoço e jantar) e pequenos lanches em seus intervalos. Tal rotina contribuirá para que o organismo absorva os nutrientes essenciais e previna a perda de massa magra, essencial para o controle do peso e mobilidade.

Na hora de fazer essas refeições, portanto, dê preferência ao consumo de frutas, vegetais, cereais integrais, legumes, sementes, queijos e azeite de oliva. Já está comprovado que, se ingeridos com frequência, eles protegem o coração, diminuem os riscos de câncer e retardam os danos ao cérebro causados pelo envelhecimento.

Atividades físicas

Encontre tempo e uma atividade física que combine com você! Natação, caminhada, pilates ou yoga. Não importa! A prática regular de exercícios moderados ajuda a melhorar flexibilidade, força muscular, coordenação motora e equilíbrio. Prolongando, assim, a independência pessoal e sensação de bem-estar.

Pensando nessa população, cada vez maior no Mundo, empresas como a Danone Medical Nutrition voltaram-se à pesquisa e desenvolvimento de produtos capazes de nos ajudar, após os 30 anos de idade, a driblar problemas relacionados ao envelhecimento. O Fortifit, por exemplo, é um suplemento que auxilia no ganho de força, músculo e movimento.

Bia Cattin e Ana Carolina
Equipe Monday Academia

Queime calorias sorrindo e dançando

1133296_43855318

Nem todos nós possuímos o ritmo e a flexibilidade necessária pra arriscar alguns passos de dança mais elaborados em festas e baladas, não é?! Além de muita descontração, no entanto, dançar também é uma ótima maneira de manter o corpo sempre em movimento e, assim, formas mais bonitas e definidas.

Se você também acha que pode melhorar o compasso, que tal apostar em uma aula de Sh’Bam? Com o significado de “Suar e sorrir”, a modalidade veio da Nova Zelândia para literalmente embalar as aulas nas academias, misturando fitness e dança e transformando 45 minutos de aula em 45 minutos de muita diversão.

Sempre com coreografias animadas e movimentos fáceis (o que a diferencia do Body Jam), a aulas são bem descontraídas e possuem trilhas sonoras envolvente que vão de “What a Feeling” à sucessos de Lady Gaga, Black Eye Peas e Beyoncé.

Além de ser indicada contra o stress e o mau humor, o Sh’Bam ainda proporciona condicionamento físico, fortalece os músculos e ossos, desenvolve a coordenação motora, auxilia na flexibilidade e queima muitas calorias.

O Sh’Bam não tem restrições de idade, sexo e não requer que o aluno tenha qualquer habilidade anterior em dança e uma aula de 45 minutos chega a queimar até 300 calorias. Você encontra as aulas de Sh’Bam na Monday Academia nas unidades da Mooca, Plaza Sul e Aclimação.

Bia Cattin
Equipe Monday Academia

Energia que vem dos lençóis

Qualidade e quantidade de sono são a chave para qualquer dia produtivo e bem disposto. Não importa o quão agitada nossa rotina é. Descansar de verdade é essencial para nossa saúde física e mental. Se isso você já cumpre, que tal introduzir outra prática bem simples todas as manhãs ao acordar? Não leva mais do que alguns segundos e pode fazer muita diferença durante os dias corridos que todos temos. Basta esticar todo o corpo, abrir bem os braços e voilá, você está se espreguiçando!

Ao nos esticarmos, acredite, ativamos até mesmo nossa circulação sanguínea, o que acorda nosso cérebro.  Ou seja, você fica mais atento e apto a realizar atividades do dia-a-dia com mais concentração, evitando distrações perigosas como as de trânsito.

Mas os benefícios dessa prática ao despertar não param por aí. Quem joga os braços para o alto e dá aquela espreguiçada pela manhã acaba, também, com dores de cabeça e possíveis lesões que acontecem durante a rotina.

Bom, esticar dá aos nossos corpos flexibilidade todos os dias e evita que problemas na coluna e articulações nos façam aquela visita nada bem vinda.

Encha o seu dia com mais energia apostando nesses movimentos quase involuntários ao acordar! Sente-se na cama e espreguice o corpo todo. Você sentirá mudanças positivas até mesmo no humor. E, é claro, mantenha sempre os bons pensamentos.

Ana Carolina Souza
Equipe Mondayacademia.wordpress.com

Especial Olimpíadas de Londres 2012: Salto Ornamental

A expectativa aumenta a cada dia para o início dos Jogos Olímpicos de Londres. Os atletas já chegaram à Vila Olímpica para a 30ª edição da competição e se preparam para a conquista de mais medalhes de ouro para o Brasil, que atualmente somam 20. 

Hoje, a modalidade escolhida é o Salto Ornamental, que estreou nos Jogos Olímpicos de Saint Louis/EUA, em 1904, somente com provas masculinas. Sua história tem origem na Grécia Antiga, onde era praticado por pessoas que moravam a beira mar. Atualmente, é um dos esportes olímpicos mais técnicos, em razão da precisão dos movimentos.

O saltador executa manobras no ar com movimentos estéticos, utilizando o trampolim. Neste esporte é necessário ter capacidade como: força, flexibilidade, coordenação, consciência corporal e orientação espacial. Além disso, exige que o atleta tenha autoconfiança e concentração. 

Somente em 1912 houve a participação feminina nessa modalidade nos Jogos de Estocolmo. O país com mais destaque nesse esporte é os Estados Unidos, com 131 medalhas, seguido da China e Suécia. No Brasil, a primeira piscina construída com aparelhagem para essa modalidade, foi no Fluminense Football Clube, Rio de Janeiro em 1919.

Para quem quer acompanhar ou conhecer a modalidade os saltos começam dia 29 de julho e irão até 11 de agosto. Os atletas César Castro, Juliana Veloso e Hugo Parisi serão alguns dos representantes do Brasil nas Olimpíadas. 

Cristina Vedovato
Equipe Mondayacademia.wordpress.com

Os benefícios da Yoga para quem não perde tempo, corre!

Ah, a Yoga… Difícil é falar mal dessa modalidade cada vez mais procurada pelos brasileiros. A pratica pra lá de saudável, estimula o equilíbrio, a força e, também, bons pensamentos. Ou seja, independente de suas várias linhas, trás ótimos resultados não só para o corpo, mas também para a mente de seus adeptos.

Okay… Nada de novidade até aqui, não é!? Mas o que nem todos sabem é que a técnica trazida de bem longe para terras tupiniquins colabora para o rendimento daqueles que não fogem de alguns bons quilômetros de corrida. Com o passar do tempo e uma freqüência satisfatória às aulas de yoga você, corredor, sentirá os benefícios da técnica oriental.

Por trabalhar músculos de diversas partes do corpo, as posições elaboradas e até mesmo difíceis fornecem flexibilidade articular e alongamento de partes exigidas durante a corrida como membros inferiores e tronco, o que é importantíssimo.

O equilíbrio alcançado entre os músculos proporciona relaxamento mental e muscular, colaborando para a concentração e a coordenação motora. Como se isso já não fosse o suficiente, praticar yoga melhora e até mesmo corrige a postura, evitando possíveis lesões causadas por impacto. E a respiração ganha também, já que devido toda a técnica de inspiração e expiração realizada durante as aulas, passa a absorver 30% a mais de oxigênio no momento em que mais precisamos de fôlego!

Ana Carolina Souza
Equipe Mondayacademia.wordpress.com

Calejamento vale a pena???

Em tempos de exaltação do MMA e outras modalidades de luta, o Blog Monday se volta para um tema controverso desse universo: o calejamento. Para esclarecer o tema, recorremos ao mestre de Brazilian Kenpo da Monday Academia, Roger Chedid.

Para quem nunca ouviu falar do termo, calejamento é uma técnica comum nas artes marciais – sobretudo, no Muay thay e Karatê – que visa preparar a pele e a estrutura óssea para aderir mais às pancadas, tornando o local mais duro e menos sensível à dor. Para chegar a tal resultado, o praticante desfere chutes e socos em makiwara (madeira para socar) ou mesmo em árvores, paredes, barras de ferro e outras superfícies duras. Geralmente, esse treino volta-se com maior ênfase para a canela.

Apesar do endurecimento da região, o calejamento tende a deixar o osso mais frágil e passível de fraturas. Os ossos são formados por cálcio (que lhe garante resistência) e colágeno que lhe confere flexibilidade. Essa maleabilidade permite ao osso se adaptar melhor a impactos e torções. A prática gera pequenas fraturas no osso que, ao se reconstituir, recebe maior quantidade de cálcio tornando-se rígido e menos flexível. Assim, o osso fica mais vulnerável à quebra ao receber um impacto forte.

Chedid ainda aponta que o calejamento pode gerar “perda de movimentos na região, provocando até uma artrose precoce, além de problemas de vascularização (irrigação sanguínea) da região afetada”. Apesar de ter exercido a técnica no passado, hoje, o profissional não a indica para ninguém. Contudo, se ainda assim, você quiser se arriscar, Chedid orienta a fazê-lo com acompanhamento constante de um mestre em artes marciais e um fisioterapeuta.

Edson Raphael
Equipe Mondayacademia.wordpress.com