Controle o estresse e fique em paz com o espelho!

Sofrer de ansiedade e problemas como estresse e depressão pode prejudicar e muito a vida de quem, à esta altura da primavera, ainda quer um corpo bonito e saudável até a próxima estação. Em alguns casos, estes sintomas vêm acompanhados de ataques à geladeira e um cronograma nada disciplinado de refeições e atividades físicas.

É possível, no entanto, encontrar conforto em alguns alimentos chave que ajudam a aliviar o estresse e ainda contribuem com a balança, já que são pouco calóricos e extremamente nutritivos.

Da próxima vez que for ao supermercado, não se esqueça de incluir alguns desses itens no carrinho.

Oleaginosas: castanha-do-pará, amêndoas e nozes são, em pequena quantidade, ótimos no combate ao estresse e a depressão. Apesar de calóricas, algumas delas têm a capacidade de contribuir na diminuição da gordura que é acumulada no abdômen. Ótimo, não é?

Espinafre: por possuir uma substância conhecida como folato, o espinafre pode ser considerado um antidepressivo natural. É também rico em fibras e, por isso, ajuda no controle do peso e do colesterol.

Banana: por ser rica em triptofano, substância que ajuda na produção de serotonina, a banana proporciona a sensação de tranquilidade quando consumida. É uma deliciosa fonte de vitamina B6.

Peixes e carnes magras: consumir uma ou duas porções de peixe diariamente contribui para a regulação dos níveis de ansiedade e, assim como as oleaginosas, nos ajudam a queimar as gordurinhas indesejadas na região da barriga.

Não se esqueça: atividades físicas são excelentes para o controle de quadros de depressão, ansiedade e insônia. Invista em esportes e concilie a prática com uma dieta saudável todos os dias.

Anúncios

Pra quem anda fugindo do coelhinho e seus ovos…

A Páscoa está chegando e, às vezes, pode ser impossível fechar os olhos para as variadas opções de ovos de chocolate por todos os cantos dos supermercados e lojas especializadas. De vários tamanhos, marcas e preços, os irresistíveis e nada amigos da dieta ovos de páscoa enchem nossas cabeças de desejos, dúvidas e culpas. Mas será que eles, de fato, são tão vilões como pensamos?

Bom, apesar de rico em carboidratos, o chocolate ajuda na produção de serotonina, o que nos transmite a sensação de prazer e bem-estar. Tudo bem que isso não o torna menos temido pelas balanças, mas incluir chocolate de forma moderada na dieta pode ser responsável por outras significativas melhoras na nossa saúde e também corpo. Mas é claro, quando consumido na versão com maior concentração de cacau e em pouquinha quantidade, né?!

Ou seja, não é qualquer chocolate que fornece fitoquímicos que fazem bem à nossa saúde. Os mais amargos, indicados para quem está preocupado em manter peso sem abdicar de todas as coisinhas gostosas da despensa, pode ser bom para o coração e até para a pele. Alguns estudos comprovam que 1 xícara de chocolate meio amargo possui mais substancias antioxidantes do que 1 copo de vinho tinto. É praticamente um “espera aí” para as rugas e manchas.

Se for muito difícil passar longe do setor dos ovinhos é só não esquecer: chocolate faz bem, é só saber escolher e apreciá-lo em pequenas porções. Afinal, calóricas todas as delicias da gastronomia são, mas é possível, pelo menos na páscoa, conciliar sabor, prazer e saúde.

Ana Carolina Souza
Equipe Mondayacademia.wordpress.com