Ganhe dias extras compartilhando com os seus amigos

Image

Anúncios

Aluna da Monday academia estrela peça infantil no final de semana

Adriana Fonseca, aluna da Monday Academia Plaza Sul, estará neste sábado (15/10) no elenco do premiado espetáculo teatral infantil, Opereta Pé de Pilão. Com texto de Mário Quintana e direção de Cláudio Levitan, a peça convida pais e filhos a curtirem momentos de comédia e cultura. Quem passar por lá, verá as aventuras do menino que virou pato serem contadas por uma equipe de atores-músicos.

A atração gratuita completa a programação da semana do dia das crianças e pode ser conferida no Itaú Cultural, localizado na Avenida Paulista, 149 (Próximo a Estação de metrô Brigadeiro), às 16 horas. A distribuição dos ingressos acontecerá 30 minutos antes da peça.

Ana Carolina Souza
Equipe Mondayacademia.wordpress.com

Teste de Vigorexia: a busca do corpo perfeito

Muitas pessoas adeptas a exercícios físicos associam felicidade à incessante busca pelo corpo perfeito. Uma parte delas, contudo, acabam excedendo seus limites físicos e gerando diversos problemas à saúde, como a vigorexia. Para chamar atenção ao tema, a Monday Academia propõe um teste que pode apontar tendências à doença. Desenvolvida pelo coordenador-técnico da unidade Aclimação, Marcus Zimpeck, a novidade não substitiu uma conversa com educador físico ou mesmo um psicólogo, mas pode indicar se a busca pelo shape ideal começa a se tornar um risco para a saúde e qualidade de vida.

A Vigorexia é uma dependência psicológica ou compulsão por exercícios físicos. É um transtorno no qual as pessoas realizam práticas esportivas de forma contínua, excedendo a capacidade da recuperação do seu próprio corpo. Pessoas com essa doença, geralmente, têm vergonha de seu físico. Muitas vezes, buscam até drogas para alcançar os resultados desejados, como anabolizantes. Isso acontece porque o doente se vê de maneira distorcida. Por exemplo, mesmo estando fortes fisicamente, ao se olhar no espelho, sentem-se fracos – de maneira similar aos acometidos de anorexia, que ao se verem, sempre se consideram acima do peso.

Essa doença prejudica a saúde do indivíduo gerando problemas físicos e estéticos, como por exemplo, a desproporção displásica (anomalias relacionadas ao desenvolvimento de um órgão ou tecido), problemas ósseos e articulares devido ao peso excessivo, falta de agilidade e encurtamento de músculos e tendões.

 

Teste de Vigorexia

1 – Quantas vezes por semana você treina?

a – 1 a 2 vezes
b – 2 a 3 vezes
c – 3 a 4 vezes
d – 4 a 5 vezes
e – todos os dias

2 – Quantos treinos você faz por dia?

a – 1
b – 2
c – 3
d – 4
e – 5

3 – Quantas vezes você come por dia?

a – 4
b – 5
c – 6
d – 7
e – 8

4- Qual quantidade de suplementos alimentares você consome?

a – 0
b – 1
c – 2
d – 3
e – 4 ou mais

5 – Quantas vezes já utilizou esteróides anabolizantes?

a – 0
b – 1
c – 2
d – 3
c – 4 ou mais

6 – Quando se olha no espelho você se sente:

a – muito forte
b – forte
c – bem
d – normal
e – magro

7 – Quando as pessoas lhe observam comentam que:

a – você está normal
b – você está bem
c – você está muito bem
d – você está forte
e – você está muito forte

8 – Quando você não consegue ir treinar você sente:

a – normal
b – pouco estresse
c – estresse
d – muito estresse
e – muito estresse e se sente fraco

9 – Sua altura está relacionada ao seu peso, exemplo 1.70m com 70 kg ou 1.80m com 80 kg:

a – abaixo desse indice
b – no índice
c – pouco acima
d – acima
e – muito acima

10 – No treino você quer aumentar a carga quantas vezes?

a – 1 vez por mês
b – 1 vez por semana
c – 2 vezes por semana
d – todos os dias
e – a cada série de cada exercício

Os valores são:

a – 1 ponto
b – 2 pontos
c – 3 pontos
d – 4 pontos
e – 5 pontos

Se você atingir;

30 pontos ou menos: considerado normal
31  a 40 pontos: sérias tendências a vigorexia
41 a 50 pontos: seria interessante buscar orientação psicológica.

Mônica Francesco
Equipe Mondayacademia.wordpress.com

Por que ingerir alimentos integrais

Quando o assunto é dieta para emagrecer, logo aparece a palavra integral. Muitos resistem a esses alimentos por não gostarem ou não conhecerem. Mas poucos sabem que, além de contribuir para a perda de peso, eles trazem muitos outros benefícios para a saúde. Afinal, são ricos em fibras, vitaminas e minerais, uma vez que não passam pelo processo de beneficiamento ou refinamento. Dessa forma, conservam as películas que envolvem os grãos – e é justamente nessas películas que se encontram os nutrientes.

Quanto ao valor calórico, não há muita diferença se comparados aos alimentos refinados. Por exemplo: 50 gramas de arroz branco possui 128kcal. A mesma quantidade de arroz integral possui 124 kcal. A diferença está justamente nos nutrientes inseridos neles. Segundo o Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos, o ideal é consumir 30 gramas por dia desses alimentos. Os alimentos integrais ajudam na perda de peso porque atuam no controle da fome. Eles possuem fibras alimentares que dão maior sensação de saciedade e ajudam também a diminuir as chances de diabetes, obesidade, câncer e problemas cardíacos, entre outros.

Conheça melhor alguns desses alimentos:

Arroz Integral: durante o processo de refino na produção do arroz branco convencional, as estruturas que em consistem as vitaminas e minerais (película e germe) são removidas, restando somente a parte que contém amido (endosperma). Por isso, recomenda-se o arroz integral.

Açúcar Mascavo: obtido diretamente da cana-de-açúcar, não sofre adição de produtos químicos do processo de branqueamento. Por isso, os sais minerais e vitaminas, naturalmente presentes no vegetal, são conservados. Tendo somente a desvantagem da coloração escura.

Sal Marinho: produto obtido pela desidratação da água do mar, sendo apenas moído e adicionado o iodo. Mantém a integridade de seus nutrientes sem perda de valores.

Farinha de trigo integral: é obtida da moagem dos grãos de trigo, contendo alto teor de fibra. Pode ser usada na substituição da farinha branca para o preparo de bolos, pães, macarrão, bolinhos etc.

Cereais matinais: são constituídos por um ou mais cereais misturados. Os mais frequentes são aveia em flocos, farelo de trigo, farelo de aveia, flocos de arroz e flocos de milho. Muitas vezes recebe o acompanhamento de leite, frutas secas, iogurtes e outras delícias.

Mônica Francesco
Equipe Mondayacademia.wordpress.com

Os benefícios de um bom chá!

Imagem: SXC

Com esse tempo frio, difícil não pensar em se esquentar. Cobertor, lareira, aquecedor, tudo ajuda. Aquele chá bem quentinho também colabora, não só para aquecer o corpo, mas para a saúde. Além de saborosos e com poucas calorias (podem chegar a até 77 kcal), os chás têm poderosos antioxidantes – os polifenóis – que protegem o organismo da ação danosa de radicais livres (responsáveis pelo envelhecimento precoce) e trazem inúmeras vantagens para saúde física e mental, entre elas:

  • Melhora os níveis de concentração;
  • Aumenta os níveis de energia;
  • Ótimo na prevenção da diabete;
  • Diminui o risco de doenças cardiovasculares;
  • Melhora o metabolismo lipídico;
  • Combate a retenção de líquidos;
  • Purifica o organismo ao eliminar toxinas, entre muitos outros benefícios.

Pode-se tomar chás em temperatura quente, no caso de resfriado e bronquite. Mornos, para insônia e para relaxar. E frios ou gelados, para problemas estomacais ou diarréia. O efeito da bebida é maior quando tomada em jejum ou minutos antes de dormir. Porém, é importante lembrar que entre as composições do chá há também cafeína. Devido a isso, é preciso tomar cuidado com os excessos.

Cada chá tem origem em uma planta diferente e, consequentemente, os benefícios também diferem. Para obter o total aproveitamento da bebida, é interessante saber cada um deles.

Chá preto: É um chá forte, habitualmente tomado com um pouco de leite. Seu consumo regular previne a ocorrência infartos ao reduzir os níveis de colesterol no sangue.

Chá verde: Tem sabor forte, fresco e ligeiramente adocicado. Deve ser bebido simples, a qualquer hora do dia. Ajuda a prevenir tumores, cáries, gengivites, pedras na vesícula e nos rins. Combate a diarréia, ajuda no trato digestivo e na circulação sanguínea. Aqueles que possuem problemas de estômago, complicações cardiovasculares, tendência a cólica ou ataques de ansiedade deverão limitar a ingestão desse chá.

Chá branco: O chá branco é capaz de aumentar a energia do corpo, acelerar a oxidação (desintegração) das gorduras e funcionar como coadjuvante na perda de peso. Ajuda ainda no equilíbrio do colesterol, na melhora do sistema circulatório e na regeneração da pele.

Erva Mate: A erva mate, conhecida popularmente como matte, contém muitas vitaminas, como as do complexo B, C e D, e sais minerais, como cálcio, manganês e potássio. A bebida ainda colabora com o combate aos radicais livres, além de auxiliar na digestão e produzir efeitos anti-reumático, diurético, estimulante e laxante. Por ser capaz de inibir o processo de oxidação do mau colesterol (LDL), o mate atua na prevenção de doenças cardiovasculares e cânceres.

Chá de camomila: Muito utilizada antes de dormir, é conhecida por seu poder calmante, digestivo, antiinflamatório e antiespasmódico (usado para prevenir dor de estomago, bexiga e intestino). Ajuda a controlar os nervos, problemas de articulação e indigestão. Alivia também os sintomas de gripe e outras doenças respiratórias como a asma.

Mônica Francesco
Equipe Mondayacademia.wordpress.com

Malhando até debaixo d água

Imagem: SXC

Estar em contato direto com a água, seja em uma piscina, lago, cachoeira ou, até mesmo, em um simples banho, é sempre muito prazeroso. Mas se somarmos esse prazer aos benefícios da atividade física, teremos a combinação perfeita para a saúde e bem-estar.

Segundo especialistas do Conselho Federal de Educação Física, os exercícios que tem contato direto com água são os mais procurados porque são benéficos tanto para a mente quanto para o corpo – sobretudo para quem sofre de doenças nas articulações. Se a água estiver no nível do ombro, é como se o peso do corpo diminuísse em 90%. Como resultado, temos menor sobrecarga nas pernas e nos braços, ideal para quem tem artrite e artrose.

Não aparenta, mas o meio líquido exerce uma força considerável sobre o corpo, trabalhando os músculos por completo, como se estivéssemos fazendo uma série típica da musculação. Devido a isso, os exercícios aquáticos queimam mais calorias do que os realizados em terra firme. Tendo a variedade de 260 a 700 calorias por hora, dependendo do tipo de treino escolhido.

Veja alguns exercícios para serem feitos embaixo da água:

Hidroginástica: idela para todas as idades, a atividade garante resistência muscular, fortalecimento abdominal, melhora no condicionamento cardiorrespiratório, ajuda na perda de peso e ainda promove a socialização, melhora na auto-estima e fortalece braços e as pernas.

Hidrobike: é uma atividade feita sobre bicicletas, semelhantes ao spinning ou RPM tradicional. O trabalho deste exercício é dedicado principalmente à musculatura dos membros inferiores, mas há adaptações para desenvolver o trabalho na parte superior também.

Hidro Power: é uma modalidade que segue os mesmos fundamentos da hidroginástica. A prática, contudo, é mais intensa, pois os exercícios movimentam todos os grupos musculares e o foco no trabalho aeróbico é ainda maior, provocando o consumo de oxigênio e favorecendo o emagrecimento. Não é indicado para iniciantes.

Joggin Aquático: é uma caminhada ou corrida dentro de uma piscina funda de 2 metros. A atividade exige que as pessoas saibam nadar, pois se veste um cinturão flutuador e permanece sempre com a cabeça fora da água. Não é necessário encostar o pé no chão, por isso, o impacto é zero.

Natação: esta é a modalidade mais clássica, que continua sendo uma das atividades físicas mais completas. Trabalha todas as articulações do corpo. As turmas costumam ser divididas por faixas etárias como adulto, adolescente, idosos e bebês e também para pessoas com necessidades especiais.

Mônica Francesco
Equipe Mondayacademia.wordpress.com

Delícias do inverno: os benefícios da sopa

Imagem: Corbis

Muitas pessoas associam o frio com comida. Afinal, se por um lado, o corpo precisa de mais energia para manter sua temperatura, por outro, diversos alimentos saborosos combinam com temperaturas baixas – caso do fondue, chocolate quente, vinho e, principalmente, da sopa. Esta última, em especial, é uma ótima opção para aquecer o corpo e também muito benéfica para saúde.

Sopas são verdadeiros coringas durante a dieta. Consumidas no início de uma refeição, a sopa transmite conforto e satisfação, reduzindo as chances de ingerir comida em excesso. Umprato grande de sopa, engrossada com grãos e temperada com um fio de azeite dificilmente ultrapassa 180 calorias, enquanto qualquer outra refeição fornece entre 440 e 660 calorias.

Mais do que ser de fácil digestão, sopas são ricas em vitaminas e minerais. Fornece, ainda, substâncias antioxidantes que protegem o corpo de radicais livres, doenças cardiovasculares e alguns tipos de tumores. Contribui também para a satisfação das necessidades diárias de água.

Com a variedade de tipos de sopas, elas são separadas em dois grupos:

Leguminosas – são alimentos fundamentais para uma dieta saudável. As sopas à base destes alimentos são mais saciantes, nutritivas e ricas em energia. As leguminosas apresentam elevador teor de fibras, vitaminas, minerais e amido. Exemplo: sopa de feijão, ervilha, grão-de-bico, soja e lentilha, entre outros.

Legumes – de baixo teor calórico, são muito ricos em fibras, vitaminas, minerais, antioxidantes e substâncias protetoras. Exemplo: mandioquinha, xuxu, cenoura, batata entre outros.

Depois disso, basta escolher a sua favorita, aproveitar o clima para se esquentar e se alimentar muito bem!

Mônica Francesco
Equipe Mondayacademia.wordpress.com